BLOG

Você sabe o que faz um cuidador de idoso?

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

É bem comum que um membro da família se responsabilize pelos cuidados com um idoso que precisa de atenção especial, seja por estar acamado ou devido a um diagnóstico de doença mental ou incapacitante. Porém, essa não é uma tarefa simples e um profissional especializado pode fazer toda a diferença na vida da família.

Muita gente não sabe, mas cuidador de idosos é a profissão que mais cresceu nos últimos 10 anos, segundo dados do Ministério do Trabalho divulgados no final de 2018.

A regulamentação da profissão cuidador garante que os cuidados sejam realizados por pessoas devidamente treinadas e preparadas. Para ser um cuidador de idosos é preciso ter atingido a maioridade e finalizado o Ensino Médio. Além disso, é preciso realizar um curso preparatório presencial, com atividades teóricas e práticas. Só serão admitidos para esses cursos pessoas com bons antecedentes criminais e atestados de saúde física e mental.

Uma vez que tenha passado por todas essas etapas, o cuidador de idosos poderá atuar diretamente na casa da pessoa idosa, em comunidades ou ainda em instituições especializadas em geriatria, podendo ter contratos temporários ou permanentes e trabalhar individual ou coletivamente.

É responsabilidade do cuidador zelar pelo bem-estar, saúde, higiene pessoal, alimentação e lazer da pessoa assistida, preservando sua autonomia. Importante também conhecer e respeitar as determinações do Estatuto do Idoso.

Na Mais Cuidar características pessoais como empatia, paciência e resiliência são consideradas fundamentais para um bom cuidador de idosos. Além disso, nossos cuidadores estão aptos a identificar a linguagem corporal do paciente para respeitar seus limites e aproveitar todo o seu potencial para os avanços esperados em cada diagnóstico.

 

Como é o trabalho do cuidador

A Mais Cuidar conta com uma metodologia própria para a seleção dos profissionais, que passa de análise de currículo, antecedentes criminais e comprovação de experiência mínima de dois anos na função a um olhar mais criterioso e humanizado para avaliar o perfil comportamental do candidato com base na nossa experiência de quase uma década de serviços prestados.

A técnica de enfermagem, Luciane Bueno, é gestora de escala e pessoas na Mais Cuidar há três anos e explica como funciona o início do trabalho dos cuidadores. “Primeiro conversamos com os familiares para entendermos a rotina, as preferências e as restrições do assistido (a). Diante destas informações, planejamos uma rotina diária, respeitando os limites do idoso, mas que sejam para melhorar sua autonomia”.

As ações desenvolvidas por nossos cuidadores são sempre baseadas em critérios médicos e individualizados.

“Cada família, tem uma rotina, uma opinião e fazemos o possível para que sejam respeitados os costumes e tradições daquele grupo familiar”, garante Luciane Bueno, gestora de escala e pessoas na Mais Cuidar.

As funções do cuidador de idosos

Apesar do respeito aos hábitos e modos de vida de cada família, há uma série de atribuições que são de responsabilidade de um cuidador de idoso.  Entender quais são elas é fundamental para que a família possa saber o que esperar desse tipo de serviço.

Para ajudar você a entender exatamente qual a função do cuidador de idosos na casa, elaboramos uma lista com as atividades a serem exercidas pelo cuidador:

  • Organização e limpeza do espaço usado pelo assistido(a);
  • Preparo e administração da alimentação do idoso e da sua própria;
  • Cuidar da limpeza e organização das roupas do assistido(a);
  • Lavagem da louça utilizada por ambos nas refeições;
  • Higienização do idoso: banho, troca de fraldas e asseio íntimo;
  • Aferir e acompanhar o controle de todos os sinais vitais;
  • Administração dos remédios por via oral, conforme a prescrição médica;
  • Realização de atividades prescritas pelos profissionais que acompanham o idoso (fisioterapeutas, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, psicólogos, fonoaudiólogos);
  • Mudanças de decúbito para manter sempre a integridade da pele;
  • Transferência da cama para a cadeira de rodas ou banho;
  • Agendamento e acompanhamento em consultas médicas, exames e internações;
  • Organização de atividades externas: passeios, visitas a estabelecimentos próximos à residência. Viagens devem ser acordadas previamente com a Mais Cuidar;
  • Controle de estoque de medicamentos, alimentos e produtos de limpeza e organização da lista de compras;
  • Uso do celular somente conforme combinado por contrato;
  • Cuidar de sua aparência pessoal: manter unhas cortadas, barba aparada, cabelo preso, uniforme limpo;
  • Pequenos serviços no entorno da residência: ir à padaria, supermercado, farmácia. Sempre que for possível e de acordo com o estado atual do assistido(a);
  • Ser companheiro(a), acalmar em momentos de crise, estimular atividades prazerosas e zelar sempre pelo bem-estar do assistido(a).

De uma forma geral, o cuidador é responsável por fazer atividades relacionadas diretamente à pessoa assistida, desde que não ameace a integridade física ou psicológica nem a segurança do idoso e do profissional cuidador.

Este post foi útil para você?  Solicite uma proposta hoje mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tem muito mais! Confira...

Descubra

Assuntos

favicon-mc

newsletter

Fique por dentro!

favicon-mc
Inscreva-se e seja o primeiro a receber nossas novidades

Solicite e receba hoje mesmo uma Proposta do Nosso Plano Mensal

Entre em contato conosco e contrate a Mais Cuidar: empresa referência em cuidados domiciliares.

Copyright 2021 – Mais Cuidar Serviços de Cuidados Domiciliares.
CNPJ: 24.896.650/0001-25. Todos os direitos reservados.

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.
Reproduzir vídeo